POR QUE PRECISAMOS ELOGIAR MAIS AS PESSOAS?

POR QUE PRECISAMOS ELOGIAR MAIS AS PESSOAS?

 

Atualmente, as pessoas vivem suas vidas tão focadas no seu excesso de afazeres que passam a agir de forma automática, deixando de lado atos simples como dizer bom dia, beijar ao acordar e ir dormir, sorrir ao passar por alguém conhecido, agradecer e ELOGIAR, mas que contribuem significativamente para nutrir o afeto, criar cumplicidade, fortalecer os laços e aumentar o sentimento de bem estar entre as pessoas.

Dentre esses atos, o ELOGIO se desponta pelos benefícios que produz na vida de quem dá e de quem recebe. Elogiar é reconhecer, declarar, constatar, certificar uma qualidade, um atributo positivo de alguém.

Elogiar é chamar a atenção de alguém para as suas qualidades, para os seus aspectos positivos.  É um convite para que a pessoa elogiada mova o seu foco dos pontos negativos para os pontos positivos

 

Tal prática é extremamente valiosa, tendo em vista que muitas pessoas têm a tendência de focar nos seus aspectos negativos, colocando-se defeitos, limitações, reforçando características negativas próprias, mantendo um diálogo interno extremamente destrutivo. Porém, quando recebem um elogio, tendem a enxergar esse aspecto e passam a valorá-lo também.

Além disso, quando percebem ter atraído a atenção de alguém por suas características positivas, as pessoas elevam a sua autoestima, passando a gostar mais de si mesmo, a se considerar uma pessoa de valor, importante e que tem características especiais e únicas.

Esse movimento interior promove a liberação de oxitocina no organismo, que é um hormônio muito poderoso, responsável pelo sentimento de prazer, amor e alegria. O sentimento de bem estar potencializa ainda mais este olhar positivo para si mesmo e para o mundo, criando um ciclo virtuoso para a vida.

Elogios constantes ou o reconhecimento público da pessoa elogiada funcionam, também, como um grande reprogramador de crenças negativas. É que o aprendizado do ser humano se dá pela repetição ou pelo forte impacto emocional.

Observe que todas as pessoas possuem crenças, que são verdades que adotaram ao longo do tempo, em razão do aprendizado que tiveram desde a infância. Ocorre que muitas crenças são limitantes, como por exemplo, a de que dinheiro não é fácil de ganhar, proveniente de frases repetidas geralmente vinda dos pais no seguinte sentido: “dinheiro não dá em pé de árvore” e “dinheiro não aceita desaforo”. Se essa pessoa que recebeu toda essa carga de informação na infância passar a ser estimulada positivamente a respeito da sua capacidade de ganhar dinheiro, ela vai criando um novo registro, que potencializará os seus resultados!!!

A pessoa que elogia desenvolve a habilidade de focar no positivo, procurando extrair de cada indivíduo com o qual se conecta o que ele tem de melhor. Esse olhar positivo para os outros, para as situações e para a vida, faz com que ele desenvolva emoções igualmente positivas, passando a ser uma pessoa otimista e grata. Pessoas assim, tornam-se imunes às doenças, à negatividades, à sentimentos tóxicos como a inveja, raiva e depressão, além de se tornarem mais resilientes à traumas.

Outro aspecto importante é que a pessoa que elogia passa a ser vista pelo outro com carinho, como alguém de muito valor, pois só se consegue ver no outro aquilo que existe dentro de si. Passa a ser bem quisto, bem visto e a receber atenção por todos os lugares que frequenta. São lembradas como alguém especial. Consequentemente, se torna um verdadeiro imã de positividades, pois suas atitudes atraem pessoas e fortalecem suas conexões.

Vale ressaltar também que a maioria das pessoas entendem que só devem elogiar quando alguém faz algo extraordinário ou muito bem feito. Entendem que a ação positiva ou produtiva do indivíduo deve vir antes do elogio, ou seja, para o pai, só se deve elogiar o filho depois que  tirou boas notas, para o patrão, só se deve elogiar o colaborador depois que ele teve alguma atitude relevante para a empresa e assim por diante.

Ocorre que pesquisas científicas comprovaram que o elogio faz com que as pessoas se tornem mais produtivas. Assim, o correto é elogiar primeiro para que você possa receber o máximo de produtividade da pessoa que você está elogiando.

Assim, utilizando essa métrica, o pai deve elogiar o filho primeiro para que ele tire notas boas, o patrão deve elogiar o seu colaborador primeiro para colher dele o seu melhor resultado.

A pesquisa realizada pelo cientista, psicólogo e economista Macel Lousada, revelou que para uma relação básica com outra pessoa é preciso que ter, no mínimo, três estímulos positivos para cada estímulo negativo que você dá à pessoa. Contudo, quanto mais você elogia, mais produtiva essa pessoa se torna, sendo certo que o máximo da produtividade, da conexão, do comprometimento se dá entre seis e oito elogios para um estímulo negativo.

Outro dato importante é que, relações onde não há validação ou essa se dá na proporção de uma a duas validações por estímulo negativo, estão fadadas ao fracasso. O pai que só critica, só aponta os defeitos e nunca elogia, terá resultados extremamente negativos na relação com o seu filho. O patrão que só cobra, só critica, sem qualquer validação, faz com que o seu colaborador tenha uma produtividade totalmente insatisfatória.

Assim, seja na esfera corporativa, seja na esfera pessoal, a validação contribui em muito para aumentar o grau de alegria, autoestima e produtividade dos indivíduos! Elogie mais e traga esses benefícios para a sua vida e para a vida das pessoas que estão ao seu redor.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *